CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA | SALA MULTIUSO
07/12 a 09/12 – 13h às 18h

GatoNet

Mostra de vídeos sob copyleft.

Classificação etária: 16 anos

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA | AUDITÓRIO
07/12 a 09/12 – 15h às 17h

A BESTA E O SOBERANO

Denise Espírito Santo, grupo cinza e Sérgio Andrade

As palestras-intervenções, esse ano, se agrupam num formato de seminário e geram o ciclo A Besta e o Soberano – em homenagem a publicação póstuma de Jacques Derrida. O trabalho do filósofo em desconstruir as estratégias e as representações de poder se torna mote a ser desdobrado a cada dia por um artista. Cada palestra-intervenção termina com uma pergunta que é assimilada pelo trabalho a ser apresentado no dia seguinte.

A Besta e o Soberano, conta com a participação dos professores Denise Espírito Santo e Sérgio Andrade – em coloboração com Iara Sales e Tonlin Cheng-, e dos dramaturgos João Turchi e Gustavo Colombini (grupo cinza). As palestras-intervenções podem ser assistidas individualmente ou como um conjunto, e nesse caso fornecemos certificado de participação!

Inscrições através do formulário: https://goo.gl/forms/Hj1km1CC9iw6qC642

Classificação etária: Livre

 

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA | SAGUÃO DE ENTRADA

07/12 – 17h30

Ré Pública

Elilson

Quarta performance da série de caminhadas de costas concebidas pelo performer Elilson. A ação, que parte do Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica, tem a colaboração de André Rodrigues e Flávia Naves. Uma trinca de brasileiros marcha lentamente e de costas pelas ruas da cidade, com um tecido bordado à mão e duas pás.

Classificação etária: Livre

 

 

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA | SAGUÃO DE ENTRADA

08/12 e 09/12 – 17h30

Monumoments

Coletivo Bonobando e Simon Will

Trabalho desenvolvido a partir de uma residência artística realizada entre os artistas do Coletivo Bonobando, sob a supervisão de Simon Will (do grupo alemão Gob Squad) e Adriana Schneider (Coletivo Bonobando). Monumoments se constitui como uma pesquisa sobre monumentos históricos da cidade. A ideia de monumento será problematizada em seu sentido político estratégico de validar narrativas históricas hegemônicas e sua relação com a cidade. A ação parte do CMAHO e convida o público para um passeio guiado que percorre uma cartografia criada na pesquisa.

Classificação etária: Livre

 

 

BOCA | PRAÇA TIRADENTES, 85

09/12 – 20h

O Capital é Capilar

Flávia Naves

A artista Flávia Naves integra a programação de mais uma edição do Atos de Fala, dessa vez com a realização da performance O Capital é Capilar. Nesse projeto, a performer propõe ter os pelos do seu corpo arrancados por cera quente e cédulas de dinheiro ofertadas pelo público. O público oferece a nota de dinheiro e a performer oferece ao público a possibilidade de executar as ações.

Classificação etária: 18 anos

 

INSCREVA-SE E RECEBA TUDO SOBRE O ATOS DE FALA EM SEU EMAIL.