Motus & Silvia Calderoni (MDLSX)

 

Enrico Casagrande e Daniela Nicolò fundaram a Motus em 1991, em Rimini.
O nome “Motus” (palavra de origem latina) em si evoca uma imagem em movimento, incorpora uma atitude vesga ao olhar para experiências- conhecimento-trabalhos do passado para nutrir o arsenal estratégico de reinvenção do presente, em uma mistura de formas e linguagens. Para Motus não há fronteiras, nem limites entre países, momentos históricos ou disciplinas. Sem separação entre arte e estado civil. Silvia Calderoni — a protagonista incansável do MDLSX — tem trabalhado com a Motus desde 2005 e é vencedora de inúmeros prêmios, que incluem “Melhor Atriz italiana”, Prêmio Ubu, Elizabeth Turroni, Marte e Virginia Reiter Awards.

Será a primeira vez que a Motus se apresentará no Rio no Espaço SESC em Copacabana.

Além das apresentações do espetaculo MDLSX nos dias 16 e 17 de maio, os diretores da Companhia darão o workshop gratuito Diáspora furiosa, nos dias 13 e 14.

O espetáculo MDLSX, uma “performance-monstro”, é um lisérgico e solitário hino à liberdade de se transformar, de misturar os gêneros, de ser diferente para além das fronteiras do corpo, cor da pele, órgãos sexuais, de ser outro independente de uma nacionalidade imposta ou adquirida.

No workshop Diáspora furiosa, Enrico Casagrande e Daniela Nicolò pretendem trabalhar a mudança de identidade – uma mudança de gênero, de faixa etária, ou mesmo a transformação de ser humano em planta, em animal etc.

Companhia Motus no Rio de Janeiro: co-produção Atos de Fala.

Confira o site:
http://www.motusonline.com/en/progetto/mdlsx/mdlsx

[atos-de-fala]mdsx-artista

SAIBA MAIS SOBRE A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO EVENTO