Programação AdF.16

14.maio | 18h

OI FUTURO IPANEMA

Gentileza de um Gigante | Viagem a uma planície enrugada – Gustavo Ciríaco e Natália Viroga

Um homem, uma mulher e o mundo recriado sobre uma superfície. A performance acontece a partir do manuseio de pequenas paisagens efêmeras, montadas em cena com a manipulação de matérias industriais. O domínio entre humano e natureza esbarra no inominável, no incapturável. O que a paisagem representa para a dimensão humana?

Gentileza de um Gigante | Viagem a uma planície enrugada – Gustavo Ciríaco e Natália Viroga

 

17.maio | 18h

OI FUTURO IPANEMA

Jogo de varetas, um livro de guerra – Manoel Ricardo de Lima

Ato de fala com leitura de textos provocado por uma montagem-em-disposição do livro “Jogo de varetas”: exemplares furados e tensionados num cabo de guerra vermelho furioso que corta toda a sala e dispara uma ameaça política e ambivalente desse livro entre o amor e a guerra.

Jogo de varetas, um livro de guerra – Manoel Ricardo de Lima
Jogo de varetas, um livro de guerra – Manoel Ricardo de Lima

 

19.maio | 15h

OI FUTURO IPANEMA

Ectoplasma – Luísa Nóbrega, Julia Pombo e Helena Lessa

Uma performer-médium repete palavras pronunciadas por alguém do outro lado do oceano.

Ectoplasma – Luísa Nóbrega, Julia Pombo e Helena Lessa
Ectoplasma – Luísa Nóbrega, Julia Pombo e Helena Lessa

 

16 – 17.maio | 20h30

ESPAÇO SESC

MDLSX – Motus & Silvia Calderoni

Realizado pelo SESC e programação recomendada pelo Atos de Fala, o espetáculo MDLSX é uma “performance-monstro”; um lisérgico e solitário hino à liberdade de se transformar, de misturar os gêneros, de ser diferente para além das fronteiras do corpo, cor da pele, órgãos sexuais, de ser outro independente de uma nacionalidade imposta ou adquirida. Uma espécie de viagem musical e performática, um inclassificável Dj / Vj Set: uma mistura bizarra de textos e ícones ligados ao transgenerismo.

MDLSX | MIDDLE_SEX – Motus & Silvia Calderoni
MIDDLE_SEX – Motus & Silvia Calderoni

 

20 –  21.maio | 18h

MUSEU DE ARTE DO RIO

Supernatural – Simone Aughterlony, Antonija Livingstone e Hahn Rowe

Observar o sobrenatural concede acesso a um corpo caleidoscópico compartilhado. Humanos e não humanos atuantes acampam em um terreno rosa quente sob um céu fluorescente grande e arregalado. Com machados, madeira, violino, eletrônicos e o corpo nu, Simone Aughterlony, Antonija Livingstone e Hahn Rowe encenam um inquérito sobre algumas questões vibrantes. Um debate quente sobre a ecologia política das coisas.

Supernatural – Simone Aughterlony, Antonija Livingstone e Hahn Rowe
Supernatural – Simone Aughterlony, Antonija Livingstone e Hahn Rowe

 

22.maio | 20h

Rua dos Inválidos, 39, Centro

Shisnayder Show – Turma Ok

Existente há 55 anos, a Turma OK é uma precursora no Brasil de encontros da diversidade trans. Organizada em famílias de performistas, a Turma OK cria seus shows como uma usina de invenção de subjetividades, e uma maneira potente de criar comunidade. A cada noite, uma performer cria o conceito que rege o show, para que as outras possam aderir. poderíamos chamar isso de jogo, tanto quanto de modos de vida. Confira no Facebook.

Shisnayder Show – Turma Ok
Shisnayder Show – Turma Ok

 

13 – 22.maio | 13h às 21h

OI FUTURO IPANEMA

Vidas-Vestem-Ruídos – Flavia Naves e Sebastian Wiedmann

Duas vozes em dois tempos: uma performer envia uma carta pelo correio para um cineasta, que só pode lhe responder entre imagens e sons.

AdF16 Vidas Vestem Ruídos – Flávia Naves
Vidas-Vestem-Ruídos – Flavia Naves e Sebastian Wiedmann

 

13 – 22.maio | 13h às 21h

OI FUTURO IPANEMA

Conversa Infinita – Alexandre Veras

A voz. O grão da voz. Textura, ritmo. O tempo do entredizer. A “sala escura” da galeria é marcada pela experiência do cansaço: do tempo, da repetição, do cotidiano. interrompido. quebrado. no espaço instalativo, a luz aponta travesseiros flutuantes e seriados que trazem vozes a serem ouvidas quando a cabeça se repousa sobre eles. As paredes servem de suporte para o fio da fala. É de todos e de ninguém cada fala sobre o cansaço que deixa a palavra menos exata e mais difícil de ser dita.

Conversa Infinita – Alexandre Veras

 

13 – 22.maio | 13h às 21h

OI FUTURO IPANEMA

Trabalhos historiográficos das palestras intervenções.

Translate »